• 30 DEZ 19
    • 0
    Mito ou verdade: usamos apenas 10% do nosso cérebro?

    Mito ou verdade: usamos apenas 10% do nosso cérebro?

    Um dos mitos mais conhecidos sobre o cérebro é o de que utilizamos apenas 10% de sua capacidade. É uma ideia atraente, pois sugere que poderíamos ser muito mais inteligentes, bem-sucedidos e criativos se conseguíssemos aproveitar os outros 90% que podemos estar desperdiçando. Infelizmente, isso não é verdade. Não é bem claro a que se

    • 23 DEZ 19
    • 0
    Quase metade das mulheres sofre de insônia após a menopausa

    Quase metade das mulheres sofre de insônia após a menopausa

    Quando há desequilíbrio hormonal, os sintomas sofridos pelo organismo são variados. No caso da pós-menopausa, o declínio dos níveis de estrógeno e progesterona pode provocar ondas de calor (fogachos), diminuição da libido, fadiga, ansiedade, dor de cabeça, secura na pele e muitos outros. Entre os que provocam maior impacto na vida das mulheres estão as

    • 17 DEZ 19
    • 0
    Pequenos exercícios para o cérebro feitos diariamente podem retardar a perda de memória e renovar as conexões neuronais.

    Pequenos exercícios para o cérebro feitos diariamente podem retardar a perda de memória e renovar as conexões neuronais.

    Certamente você já ouviu falar que palavras cruzadas, sudoku, caça-palavras, xadrez, jogos de cartas fazem bem à memória. Não, isso não é conversa de avó. Segundo a Academia Brasileira de Neurologia, tais atividades realmente são uma verdadeira ginástica para o cérebro. Fazer exercícios de raciocínio pelo menos uma vez ao dia ajuda na renovação das

    • 10 DEZ 19
    • 0
    Ataxia: tratamentos

    Ataxia: tratamentos

    O tratamento da ataxia deve ser conduzido por equipe multidisciplinar, constituída por neurologista, oftalmologista, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, fonoaudiólogo, psicólogo, nutricionista.  Apesar dos esforços dispendidos, ainda não foi encontrado o caminho para a cura definitiva da desordem. O tratamento é sintomático e tem como objetivo retardar a progressão do distúrbio, controlar os sintomas e melhorar a